Governo do Ceará

Telefones úteis

Rede Social

  • Youtube
  • Twitter
  • Facebook
  • photos/123957969@N07/sets/
  • seduc_ceara
voltar imprimir
Aumentar texto Diminuir texto

Banabuiú

Sobre Banabuiú

 

Banabuiú é um município brasileiro do estado do Ceará. Pertence à Mesorregião dos Sertões Cearenses e Microrregião do Sertão de Quixeramobim.Faz divisa com a Mesorregião do Jaguaribe e ocupa uma área de 1 080, 329 km². Possui, segundo o censo do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística no ano de 2014, uma população de 17.842 habitantes, sendo o 19º município mais populoso dos sertões cearenses, 111º do estado e o 1969º do país.

 

A cidade desenvolveu-se com a construção do Açude Arrojado Lisboa na década de 507 na zona sul do município, pelo Departamento Nacional de Obras Contra a Seca (DNOCS), sendo este o terceiro maior reservatório de água do estado do Ceará, quarto maior do nordeste do país e o maior da sub-bacia hidrográfica do rio Banabuiú, cobrindo uma área de 13.500km² equivalente ao município de São Caetano do Sul, no estado de São Paulo.

 

O município possui o 10º maior Índice de Desenvolvimento Humano (IDH), 17º maior Produto Interno Bruto (PIB) e 6º maior renda per capita da Mesorregião dos Sertões Cearenses. As rodovias que cortam o município são BR-122, CE-153, CE-266 e CE-368.

 

História

 

Localizado no território de várias etnias indígenas como: Potiguara, Paiacu, Tapairiu, Panati, Ariu, este começou a ser colonizados através das entradas do sertão-de-dentro e a expansão da pecuária o Ceará, na época da carne seca e do charque. Laranjeiras, antigo distrito de Quixeramobim, foi o núcleo central do município de Banabuiú, tendo sua autonomia política declarada pela primeira vez no dia 29 de outubro de 1918 com a publicação da Lei nº 1.613. Contudo, laranjeiras voltou à condição de distrito de Quixadá em 1938 com a publicação da Lei Nº 448 de 20 de dezembro de 1938.

 

A Lei nº 1.114 de 30 de dezembro de 1943, trocou a denominação de Laranjeiras para Banabuiú, mas apenas em 25 de janeiro de 1988 com a Lei nº 11.427, Banabuiú foi elevado em definitivo à categoria de município.

 

Nasceu em torno da construção do Açude Arrojado Lisboa, obra realizada pelo DNOCS, também conhecido como mudubim, pelo açude que foi inundado pela obra do DNOCS, sendo até 2001 a segunda maior bacia hidrográfica do estado do Ceará, superada pelo Açude Castanhão e Orós, faz parte da bacia do Vale do Jaguaribe, no qual abastecem a capital do estado.

 

Política

 

O poder executivo do município de Banabuiú é representado pelo prefeito, auxiliado pelo seu gabinete de secretários.

 

O primeiro prefeito da cidade foi eleito em 1988. Benedito Gonçalves de Melo e vice Aluízio Cajazeiras, e o atual prefeito é Veridiano Pereira Sales (PSD) reeleito nas eleições municipais de 2012 com 50,25% dos votos válidos.

 

A administração municipal localiza-se na sede: Banabuiú.

 

Seu funcionamento municipal é: gabinete do Prefeito, secretaria de Educação, secretaria de Saúde, secretaria de Finanças, secretaria de Assistência Social, secretaria de Agricultura, secretaria de Comércio, Esporte, Turismo e Juventude e secretaria de Infraestrutura.

 

Subdivisão

 

Banabuiú tem cinco distritos:Banabuiú (sede), Laranjeiras, Pedras Brancas, Rinaré e Sitiá.

 

Clima


Tropical quente semi-árido com pluviometria média de 782,9 mm com chuvas concentradas de janeiro à abril.

 

Hidrografia e recursos hídricos


O município está localizado na bacia hidrográfica do rio Banabuiú e em seu leito está construído o Açude Arrojado Lisboa, ou Banabuiú, como é mais conhecido. Outro importante rio é o Sitiá que deságua no Banabuiú no distrito de Sitiá e que no território de Banabuiú fica a parede do Açude Pedras Brancas. Outras fontes hídricas são os riachos Cruxoti e Pimenta.

 

Banabuiú (município) encontra-se na sub-bacia hidrográfica de mesmo nome, pertencendo a bacia do Jaguaribe, sendo portanto um grande acumulador de água através dos cursos d’água que chegam ao seu rio principal, “Banabuiú”.

 

Relevo e solos


As principais elevações são as serras, destacando-se as serras da Passagem, do Logrador e dos Tanquinhos.

Solos arenosos e coesivos no estuário do rio, mas em geral arenos como solos predominantes.

 

Vegetação


A caatinga é a vegetação predominante. Mas podemos encontrar áreas de cajueiros e carnaúbas, em especial ao longo do rio.

 

Economia

 

Destaca-se a agricultura de subsistência e comercialização de algodão arbóreo e herbáceo (bem menos), caju, milho e feijão. Atualmente destaca-se a plantação de hortas no estuário do rio Banabuiú.

 

A criação de bovino, suíno e avícola é o destaque da pecuária banabuiuense.

 

Com relação à economia e de acordo com registros do IBGE, Banabuiú conta com 82 empresas registradas no CNPJ. A principal fonte de renda na zona rural é a agricultura, a pesca e a pecuária e na sede, a principal fonte de renda é o comércio e os empregos ofertados por duas indústrias: a Libra Ligas do Brasil S/A, fábrica de ferro silício e a CHESF (Companhia Hidroelétrica do São Francisco) que tem por finalidade principal levar, através de linhas de transmissão, energia até a capital cearense, Fortaleza, além dos empregos ofertados na Prefeitura Municipal de Banabuiú. Podemos encontrar algumas madeireiras, fábricas de derivados de lacticínios e uma incipiente produção artesanal.

 

Site: http://banabuiu.ce.gov.br/

 

Fonte: Site do Município

TODOS CONTRA O MOSQUITO
Enem

Calendario

Abril 2018
D S T Q Q S S
1 2 3 4 5 6 7
8 9 10 11 12 13 14
15 16 17 18 19 20 21
22 23 24 25 26 27 28
29 30 1 2 3 4 5

CREDE 12 - Quixadá - Av. Juscelino Kubitschek, nº 493 - Alto Sáo Francisco, Quixadá/Ce - Fone: (88) 3445.1038
© 2008 - Governo do Estado do Ceará. Todos os Direitos Reservados